domingo, 31 de agosto de 2008

por um cobertor de orelha
















há um momento em que a cegueira da falta
leva tudo para o ralo, chamo breu

sujeito/falta/Outro

//////////////////

(eu)

por que disputamos tanto para sermos queridos?
é violento.

4 comentários:

andré mielnik disse...

isso, dai envolve tudo na escuridão...

Sabrina disse...

... leva pra individualidade e pergunta: quem sou eu?
e bons sonhos...rs

Fernanda Caetano disse...

somos o que o outro acredita que somos e nao o que nós mesmos acreditamos ser...
sem o outro perdemos a nossa referência... pode parecer cruel, mas o sofrimento é só mais uma parte do processo e o gostinho dele nem sempre é tao amargo..rs

bom texto!

claracavour disse...

machuca. e mesmo assim a gente insiste...
me identifiquei.
adorei o encontro de sexta.

beijo grande!