sábado, 18 de outubro de 2008

licença


Bulem as pestanas
Vem lá do olho avesso
abrindo um feixe
Pede que a deixe

Ih, que besteira !
Não é a milésima
nem as vinte
rio, cachoeira,

poça esquecida

retrato velho de morte

Não em preto e branco
A sua morte tem cor
Já disse uma vez:
Moça ou é úmida ou é seca
Deixe a água se impor





3 comentários:

Luisa Coser disse...

sasa, saudade do seu sol!
aqui faz sol também. é bom ir ao PARQUE. AS FOLHAS CAEM. e o verde é lindo. vem visitar??!!! bj.
correnteza... um dia muda de curso.

Luisa Coser disse...

poxa.... você msotrou filminhos daqui e eu nao estava presente fisicamente. quero ver!!!!!

claire disse...

adorei "moça ou é úmida ou é seca / deixe a água se impor"